PRATICAS BASICAS
Página Incial

G.A.E.A. 
Quem somos?
Localização da Sede GAEA

Venha ser membro da
associação
______________________

TRABALHOS DO GRUPO:
- Sessões com Ayahuasca
- Círculos de Estudos
- Ações sociais

BASE DE ENSINOS:
GNOSE
XAMANISMO
BUDISMO
SANTO DAIME
UNIÃO DO VEGETAL

PRÁTICAS BÁSICAS

Sagrado Masculino
       e  Feminino
______________________

Legislação
Drogas e falsas escolas

Recuperação de alcólatras
de dependente químicos

______________________

NÚCLEOS DO GAEA e GRUPOS AMIGOS

Telefones e Contatos
______________________
Facebook:
Gaea
Agenda

 

PRATICAS PARA TODO ASSOCIADO BÁSICO DO GAEA

 

             Para o começo de um desenvolvimento espiritual temos que primeiramente nos harmonizar com as forças cósmicas e espirituais do Universo, para que estas então trabalhem em nós assim como a natureza trabalha na semente que esta plantada na terra.

            Três práticas são básicas para todo desenvolver psíquico e espiritual de um integrante do GAEA.

            - O RELAXAMENTO DO CORPO E DA MENTE (quietude física e mental)
            - A CONCENTRAÇÃO E HARMONIZAÇÃO (do corpos internos)
            - A MEDITAÇÃO (recebimento dos ensinos)

 

RELAXAMENTO (um exemplo):

             Sentado numa cadeira ou poltrona, olhos fechados, planta dos pés no chão, mãos para baixo sobre a pernas, coluna ereta. Ambiente calmo e agradável com ou sem musica, de preferência junto à natureza.

             Respire lenta e profundamente algumas vezes deixando o alento (prana) entrar junto com o ar pelos pulmões e circular pelo corpo. A medida que vai circulando, vai relaxando os músculos e nervos.

             Imagine desde os pés subindo a acumulação do prana de cor azulada, que vem subindo e relaxando os pés...depois as pernas...abdômen...braços...pescoço e cabeça. Conforme o prana sobe como uma nevoa azul vem RELAXANDO o corpo juntamente com cada respiração.

             Nestes instantes relaxa a mente e os pensamentos começam  a diminuir a intensidade ficando a mente vazia e tranquila. Todo problema ou agitação cotidiana deve ser deixado de lado agora.

 

CONCENTRAÇÃO E HARMONIZAÇÃO

            Concentramos nossa atenção para o chacra BÁSICO (vide figura dos chacras ao lado), de 4 pétalas, de cor vermelha na base de nossa coluna na quarta vértebra, ele fica virado para baixo em direção a terra.

             A medida que respiramos esse chacra brilha mais intensamente como uma brasa que se acende com um sopro. Então saem raízes energéticas vermelhas por ele e descem pelas pernas e saem pelos pés em direção a terra. Envolvidas por uma manto de proteção azul, elas seguem rumo ao centro da terra, no coração da grande Mãe Gaea. Lá recebem do centro do planeta o fogo puro e santo da Mãe Divina, onde este calor sobe e energiza nosso chacra básico fazendo-o resplandecer ainda mais.

             Neste momento pronuncia-se 3 vezes o mantra LAM ( LAAAAMMMmmm). Esta energia sobe e entra no chacra logo acima de 6 petalas de cor laranja e o acende com a pronuncia de 3 vezes o mantra VAM (Vaaaammmm). Esta energia sobe e entra no chacra de cor amarela logo acima, de 10 pétalas e acende no mantra RAM (rraaaammmm).

             Então do alto de nossa cabeça saem fios de cor violeta que seguem para cima rumo ao Universo e nos conectam com o Cosmo com seus Sóis, Estrelas, Galaxias e com a consciência dos mestres ascensos. Então com a pronuncia de 3 vezes do mantra AUM (aaaauuuuummmm), essa energia do cosmos desce e ascende o chacra coronário no topo da cabeça de cor violeta com mil pétalas. Essa energia desce e com a pronuncia de 3 vezes o mantra OM (ooooommmm) faz vibrar e abrir o chacra do entrecenho de cor azul forte de duas pétalas. Assim essa energia desce e entra no chacra da garganta acendendo-o com 3 vezes o mantra HAM (hhaaaammmm).

              Então a energia que sobe da terra pelos chacras  inferiores se funde com a energia que vem do cosmos pelos chacras superiores. Estas energias se fundem e se entrelaçam no chacra de 12 pétalas do CORAÇÃO formando dai o mistério do Santo Oito. O chacra do coração se acende então com o mantra YAM (yyyaaaammmm), irradiando uma energia de cor verde-azulada para todo nosso corpo e em volta de nós em nossa aura. Nesse ponto somos agora a perfeita conexão entre o céu e a terra, entre as forças cósmicas do Pai Celestial com o amor da Mãe Terra, nascendo assim em nosso coração a Luz do CRISTO CÓSMICO. Nesse instante é o ponto mais propício que temos para nossa transformação e evolução espiritual.

               Toda prática de mantrans, orações e decretos devem ser feitas após esta união entre as forças do céu e terra, onde a luz do Cristo Cósmico é que nos dará todo poder para materializar os efeitos desejados.

               Após terminar as todas as práticas e orações, se recolhe os fios energéticos e as raízes agradecendo ao Pai Celestial e a grande Mãe Terra pela assistência e auxilio. Normalizando os chacras e ficando somente a luz do Cristo em nosso coração, que é nossa Estrela Guia, nosso verdadeiro guru espiritual e mestre, levando essa orientação e luz para nosso dia-dia.

 

MEDITAÇÃO

                Após feito a pratica de relaxamento e harmonização dos chacras faz então a pratica de meditação para receber os ensinos direto da fonte superior.

                A meditação consiste em ir aquietando a mente ate que ela fique completamente calada em todos seus 49 níveis.

                 Quanto mais quieta a mente ficar em seus níveis mais profundos tanto mais nítido e claro será o ensino que se recebe, seja ele sobre alguma coisa que perguntamos ou alguma compreensão que precisamos fazer sobre algo.

                 Para isso precisamos FOCAR (concentração) nossa mente num só ponto, num só  tipo de pensamento ou imagem, por exemplo na luz de uma vela, numa gota de chuva ou no próprio vazio.Todo pensamento que vier deve ser apagado. No começo os pensamentos são muito forte e em grande numero, então passa-se para um nivel de tranquilidade, depois outro nivel que é tudo escuro, vazio, depois começam a aparecer as imagens (miração) de nosso mundo interior, porém não podemos nos deter a elas, devemos deixa-las de lado e segui adiante, assim sucessivamente de nivel em nivel vamos entrando dentro das dimensões (que estão todas em nós mesmos) ate chegarmos com muitíssima pratica, esforço e força de vontade, na Fonte Universal.

 

Para ver as práticas para todos integrantes associados básicos do GAEA clique aqui